“O Amo não é Amo senão pelo fato de que possui um Escravo que o reconhece como tal”

liberdade

A liberdade sempre fez parte da história da humanidade, seja em lutas ou conquistas. Porém, a escolha de muitos é ignorá-la até porque desconhecem qual caminho seguir, uma vez retida nas mãos.

Na verdade, idealizá-la nos dias atuais, tornou-se bem comum quando compartilhada com a tecnologia. No universo virtual, tudo é permitidosem nenhuma restrição. Podemos ser qualquer pessoa, estar em vários lugares, ou seja, realizamos todos os nossos desejos, inclusive os mais secretos.

Por outro lado, a realidade em que vivemos ainda é a mesma desde a época da escravidão. A punição física cedeu lugar a psíquica. E quando buscamos algum tipo de abolição, caimos na incerteza do depois.

Exemplificando isso, eis as nossas relações com outros, senão com o trabalho ou a política. São poucos que ainda insistem por mudanças, enquanto outros, pessimistas assim os definimos, decidem estar alheios a elas. E o melhor é se conformar com a própria vida.

Logo, a liberdade ainda é propagada de forma democrática. Mas, ela não passa de uma utopia devido a sua inexistência no cotidiano. Desse modo, acreditaremos nisso sempre, nos recusando então, a qualquer reflexão.

Anúncios

~ por Márcia Vidal em novembro 9, 2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: