Doce engano

engano

Ainda não conseguia esquecer o incidente de oito meses atrás. Continuava ressentida e com muito ódio. A cada dia, imaginava uma vingança diferente. Precisava fazer alguma coisa, seja boa ou ruim. E fez!

Planejou tudo com afinco e dedicação. No fim, era a vítima na pele do carrasco. Antes, telefonou para a mãe contando-lhe o drama por qual passava. Até simulou uma voz de choro e temor de sorte que tal teatro foi válido.

Essa, quase no fim da casa dos 70, logo se apavorou. Tentou acalmar a filha como podia e ainda  implorou por um basta aquele pesadelo. Seria um desgaste tanto emocional como físico reagir as afrontas de uma desfavorecida que não fazia mais parte de nossas vidas – repetia ela.

Assim, após tantas palavras e consolos, desligou prometendo seguir tais conselhos. Chegou a sorrir com escárnio e satisfação após a cena.

Em seguida, telefonou para alguém que certamente a ajudaria. Doce engano!

Após cinco toques – sinal de hora imprópria e incômoda – ela atendeu de modo abrupto e impaciente.

Ao se identificar, houve uma breve mudança. Mas, ao expor o tormento, retornou a frieza de antes. Encenou, recheou a história de tudo quanto era jeito. Infelizmente, não deu certo. A outra tomou partido apenas da mãe, sem imposição de nada. No seu caso, em poucas palavras, sugeriu a ajuda de outros, enfatizando que não estava disponível para apoiá-la. Foi sincera em recusar  seu envolvimento. Eis a decepção!

Então, apenas confirmou suas sugestões  prometendo um breve retorno. Após mais algumas palavras “amistosas”, desligou com um gosto amargo na alma. Desde muito tempo deveria ter acordado para a verdade. As pessoas próximas e de sorriso confortante  estavam a léguas de distância. Realmente, seu marido tinha razão. Ele já a tinha a advertido disso. Por que acreditar que a filha da mãe teria o mesmo auxílio e proteção que sua progenitora?

Melhor seguir adiante com todo o ódio que guardava. O momento exato viria de qualquer forma, já podia senti-lo. Pois, suas mãos formigavam com o tão desejado resultado.

Anúncios

~ por Márcia Vidal em outubro 26, 2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: