Crime e castigo

Culpa e angústia são os sentimentos que melhor descrevem Crime e Castigo além de relatar com detalhes os dramas psicológicos da personagem.

Raskólnikov vive da miséria e está sempre cogitando ser alguém melhor ou fazer algo importante. Assim, para salvar a si próprio e a família, resolve matar uma velha agiota. Mas, para sua surpresa, teve que assassinar sua irmã também, já que ela presenciou o hediondo delito.

Com o passar dos dias, sente mais aflitivo por momentos de torturas e sem agüentar mais, acaba contando para Sonia, uma prostituta, com quem trava relações. Mais tarde, ela o convence a confessar os crimes, uma vez que prendem um inocente.

A obra aborda questões de niilismo e socialismo além de descrever os limites da ação humana e sugerir a redenção através do castigo.

Anúncios

~ por Márcia Vidal em julho 16, 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: