Pais e filhos

 

 

Ansioso pela chegada do filho, Nicolau Pietróvitch o espera à porta da hospedaria da estrada N. Então, ao vê-lo, abraça-o sem dar importância a nada, quase sufocando com gentilezas pelo tempo perdido.

 

Arcádio apresenta Bazárov, seu grande amigo e mentor, porém seus modos refletem de maneira ruim a vida aristocrática da família. Isso provoca mais tarde, um conflito de gerações até porque Bazaróv se autoproclama niilista.

 

Pavel, tio de Arcádio, não aceita tais pensamentos e depois de flagrá-lo com a mulher do irmão, propõe um bizarro duelo a Bazárov como uma válvula de escape aos atritos e ressentimentos guardados.

 

Os jovens passam pouco tempo em Mariino, partindo em seguida, para São Petersburgo. Lá, conhecem Ana Serguêievna que os convida para visitar sua fazenda. Durante os quinze dias na casa da Senhora Odintsova, Arcádio se sente muito atraído por ela, cujo sentimento resulta em algo não correspondido.

 

Por outro lado, Bazaróv se apaixona também, pela jovem viúva a ponto de desequilibrá-lo diante de seus ideais. Devido a isso, ele se distancia retornando depois a casa de seus pais.

 

Esta obra causou uma grande perturbação social e política, quando foi publicada, tais como uma série de atentados e movimentos. Ainda, ela revela um amplo conhecimento da natureza humana de forma elegante.

Anúncios

~ por Márcia Vidal em julho 7, 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: