A Volta do parafuso

A Volta do parafuso

Há obras que têm o poder de nos envolver em seu contexto, estreitando relações com seus personagens.

Henry James, conhecido pelas narrativas imbuídas de terror psicológico, faz aflorar diversos sentimentos que vão do medo à intuição, no seu romance A Volta do Parafuso.

A história narra a contratação de uma jovem para ser preceptora de duas crianças, sob a condição de não importunar o Senhor de Bly em hipótese alguma. Chegando a mansão de Bly, encanta-se com a inocência e a beleza das duas crianças. Mas, aos poucos, percebe a presença de seres sobrenaturais e estranhos, afetando a convivência com outros.

Transposta para o cinema, a obra traz à tona, não só o temor pelo inexistente como a aguçada percepção da personagem em relação aos outros e a situações no desdobrar do romance.

Anúncios

~ por Márcia Vidal em março 29, 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: