Fale com ela: fusão de palavras e sentimentos

Fale com ela

Conhecido internacionalmente por seus personagens angustiantes e pervertidos, Pedro Almodóvar nos surpreende em cada filme com temas diferentes e polêmicos.

Fale com ela (2002) possui uma belíssima fotografia e homenagens ao Brasil com as músicas de Caetano Veloso e Elis Regina. Isso nos leva a perceber o perfeccionismo de Almodóvar, além da sua escolha a dedo dos atores e atrizes. Cito a participação especial de Geraldine Chaplin que interpreta a professora de Balé.

Para a atriz, foi uma honra estar no filme, já que seu grande sonho era ser bailarina e o papel lhe proporcionou viver este sonho através do linguajar da arte.

Este filme narra a amizade de dois homens que estão apaixonados por mulheres que estão em estado de coma.

Benigno, o enfermeiro, se apaixona por Alícia, dançarina de balé, e quando esta sofre um acidente de carro e entra em coma, passa a cuidar dela, pondo em jogo sua sexualidade. Com o tempo, Benigno passa a ir ao teatro e a assistir filmes mudos, coisas que Alícia gostava, relatando a ela as emoções proporcionadas por estes espetáculos. Porém, a relação do enfermeiro com a paciente vai além dos limites profissionais.

Marco, um jornalista, após ter salvo a toureira Lydia de uma cobra, passa a ter com ela um pequeno relacionamento, sem esquecer um amor antigo. Cansada de lutar por este amor e prestes a dar um fim no relacionamento, a toureira sofre um acidente na arena, quando é atacada por um touro, ficando em coma.

No hospital, Marco conhece Benigno, que passa a ajudá-lo a conviver com este problema, aconselhando-o a falar com a namorada durante o sono, pois isso pode fazê-la despertar.

Este filme fala basicamente do amor e das palavras que nem sempre temos coragem de proferir e, quando proferidas, às vezes anulam os sentimentos.

O que seria das palavras sem os sentimentos? Ou sentir sem nada proferir? Há momentos em que falhamos com palavras, ou palavras nos faltam.

Almodóvar mostra que um homem pode ser sensível ao amor, derramar lágrimas, sofrer e até praticar algo que fuja da sua razão. Isso nada tem a ver com fraqueza, e sim com sentimento.

Paulo chora diante de um espetáculo de balé e da música de Caetano Veloso; Benigno, por nunca mais rever ou saber notícias de sua amada e por não estar ao seu lado.

Almodóvar conta que o roteiro de Fale com Ela foi escrito no quarto de Moreno Veloso, em sua casa, no Rio de Janeiro, e que, portanto, sua inspiração principal foi a MPB. Além de Caetano, a trilha sonora conta com um dueto de Tom Jobim e Elis Regina em Por Toda Minha Vida, que serve como pano de fundo para uma das mais belas cenas do filme, fora as duas coreografias da alemã Pina Bausch.

Pode-se definir como um filme sensível e envolvente que resgata o amor puro e incondicional dos personagens.

Anúncios

~ por Márcia Vidal em março 23, 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: